José Adrião Arquitectos

CASA DOS PRAZERES . LISBOA


José Adrião Arquitectos . photos: © FG + SG - FOTOGRAFIA DE ARQUITETURA . © HUGO SANTOS SILVA -Night view-

The building its totally new built, apart from the main façade that was preserved, allowing for the street to maintain its existing character. Its interior is characterized by generous spaces that open to the back patio. Its construction system is very traditional, in-situ concrete structure, brick on the walls, ceilings in apparent concrete and pavements made of in-situ concrete.
Its spatial structure is marked by two distinct areas, both in terms of function and character.





























TECHNICAL AREA This area is where all the vertical circulation takes place, infrastructural conducts are placed, toilets and kitchens are set. It’s a white space. Walls are rendered and plastered painted with a washable glossy white paint. The pavement is white traditional encaustic cement tile.
SPACE AREA It’s the remaining area. Space, freed to be used, allowing for diverse functions, such as resting, living, sleeping, eating. It is predominant white. Walls are rendered and plastered painted with white matt paint. The ceilings are in apparent in-situ concrete painted with white semi-gloss paint. Pavement is in in-situ polished concrete, natural colour.
The house opens to the exterior as much as possible in order to get as much direct sun light possible. There’s a huge skylight that crosses the house from the roof terrace to the first floor. It brings direct sun light to all the floors and because it has a small window on the side works as cooling chimney, naturally ventilating the spaces.
On the roof there is a terrace with generous proportions where a small water tank is installed. From the terrace one can visualize all the surrounding urban landscape and its constant transformations.

LOCALIZAÇÃO RUA GILBERTO ROLA, 27-29, 1350-154, LISBOA
PROJECTO 2007
CONSTRUÇÃO 2012
CLIENTE PRIVADO
ÁREA DE CONSTRUÇÃO 480 m2
ARQUITECTURA JOSÉ ADRIÃO – COORDENAÇÃO FASE 1
TIAGO MOTA - CHEFE DE PROJECTO
LUIS VALENTE, RUI DIDIER, TATIANA MOURISCA
FASE 2
RICARDO ABOIM INGLEZ – CHEFE DE PROJECTO MARGARIDA LAMEIRO, RUTE RIBEIRO
ESTABILIDADE ARA - ALVES RODRIGUES E ASSOCIADOS
ESPECIALIDADES ACRIBIA – PROJECTOS E DESENHO TÉCNICO, LDA
CONDIÇÕES TÉCNICAS ESPECIAIS EXCEPTO, LDA
EMPREITEIRO GERAL X-LOG, LDA
FISCALIZAÇÃO GRESE – ESTUDOS, PROJECTOS E GESTÃO DE OBRAS RAMALHO ORTIGÃO
INTERSETA – ARQUITECTURA, DESIGN E GESTÃO DE OBRA NELSON RANGEL
FOTOGRAFIA FG + SG - FOTOGRAFIA DE ARQUITETURA HUGO SANTOS SILVA, VISTA NOTURNA

CASA DOS PRAZERES
O edifício foi construído de raiz, salvo a preservação da sua fachada principal. Desta forma consolidou-se o perfil urbano existente na rua, não alterando a volumetria e a expressão exterior da sua fachada. Simultaneamente criou-se um novo edifício com uma compartimentação interior caraterizada por espaços amplos, abertos ao pátio tardoz.
A construção foi feita num sistema tradicional de laje e vigas de betão, e os pavimentos e os tetos ficaram com o betão como material de acabamento.
O edifício divide-se em duas zonas distintas com caráter e funções diferentes.
ZONA TÉCNICA Nesta área estão concentradas todas as circulações verticais da casa, condutas técnicas, instalações sanitárias e cozinhas. Este espaço é branco, as paredes têm reboco liso e a pintura é brilhante e lavável e o pavimento é de mosaico hidráulico tradicional branco.
ZONA ESPAÇO Nesta área o espaço está livre para ocupações distintas tais como estar, dormir e comer. O espaço é predominante branco. As paredes têm um reboco liso com uma pintura mate. O teto é betão de cofragem pintado com branco com um ligeiro brilho e o pavimento é de microbetão à cor natural.
A casa procura abrir-se o máximo possível ao exterior de modo a receber luz natural.
Na sua cobertura existe um claraboia de grandes dimensões, com um vão aberto ao exterior que permite fazer a ventilação natural de todo o espaço. No verão o calor ascende pelo poço da claraboia e é libertado por um vão de janela situado na cobertura.
Na cobertura existe terraço de brandes dimensões e um pequeno tanque de onde é possível avistar toda a paisagem urbana envolvente sempre em transformação.



0 comentarios :

Publicar un comentario en la entrada